Best Incoming - Agência de Viagens

FAQ

Procurar Assunto

Todos

O que posso esperar de um tour privado?

Integer enim odio, condimentum et mollis sit amet, consectetur eu dolor. Sed risus enim, fringilla id consectetur sed, lacinia nec odio urabitur eget risus arcu fusce consectetur tellus id lorem luctus id eleifend magna lobortis.

Phasellus non libero in lorem tincidunt semper. Sed risus enim, fringilla id consectetur sed, lacinia nec odio.

Notas Importantes sobre os destinos Brasil Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. Taxas locais: Taxa de Turismo (varia de R$ 1,50 a R$ 3,50) por quarto e por noite. Cabo Verde Documentos: Passaporte (validade mínima de 6 meses) e visto. Para obtenção atempada de dispensa de visto, a agência de viagens deverá introduzir os dados de passaporte na reserva até 5 dias antes da data de partida. A Soltrópico não se responsabiliza por dados de passaporte mal inseridos. Caso o prazo acima referido não seja cumprido, a Soltrópico declina qualquer responsabilidade na obtenção da dispensa de visto. Taxas locais: A partir de 01 de Maio 2013 passaram a ser cobrados no destino 2€ por pessoa e por noite até um máximo de 10 noites de estada. Este valor será pago por todos os turistas com idade superior a 15 anos directamente no hotel. China Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. É necessário obter visto junto da Embaixada da China em Lisboa, valor de 35€. Demora 4 dias úteis a ser emitido. Emirados Árabes Unidos Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. O visto é concedido gratuitamente à chegada por um total de 90 dias. Taxas locais: Existe uma taxa governamental a pagar localmente no hotel, no momento do check out, dependente da categoria do hotel. Preços indicativos da taxa, por quarto por noite: Hotéis 3* e 4* - 4,09 usd; Hotéis 5* - 5,46 usd. Guiné-Bissau Documentos: Passaporte (validade mínima de 6 meses a contar da data de saída da Guiné-Bissau). É exigido visto, no valor de 60€ , o qual deverá ser obtido nas Embaixadas da Guiné-Bissau, designadamente em Lisboa. O visto poderá ainda ser obtido nas fronteiras terrestres ou no Consulado da Guiné-Bissau em Ziguinchor, mas recomenda-se que o pedido de visto seja efetuado antecipadamente. Formulário de Entrada no país deverá ser preenchido a bordo e entregue uma fotografia passe. Taxas locais : Taxa Turística por semana e por pessoa: 17€. Taxa de Pesca por semana e por pessoa: 35€. Índia Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. Desde 2015 que o visto, para cidadãos Portugueses, pode ser adquirido online no site https://indianvisaonline.gov.in/visa/tvoa.html. Tem um custo de 60,00 USD. O visto tem uma validade de 30 dias a contar da data de entrada na Índia. Indonésia Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. Desde finais de Setembro de 2015, os cidadãos passaram a beneficiar de isenção de visto de entrada na Indonésia, que anteriormente era solicitado e pago à entrada no país, desde que: a entrada ocorra por um dos cinco aeroportos principais da Indonésia ou nove portos de mar. Este tipo de visto é válido por 30 dias (não prorrogável), para fins de turismo. Taxas locais: 100.000 rupias (aproximadamente 6,00€) para todos os passageiros partindo em voos Internacionais e 20.000 rupias (aproximadamente 12,00€) para todos os passageiros partindo em voos Domésticos (Aeroportos de Jacarta e Bali). Entre 50.000 a 75.000 rupias (aproximadamente 3,00€ a 4,50€) para todos os passageiros partindo em voos Domésticos, consoante o aeroporto (restantes Aeroportos). Maldivas Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. O visto turístico é obtido à chegada e tem a duração de 30 dias. Taxas locais: USD 7.00 (aproximadamente 5.50€) para todos os passageiros no regresso das Maldivas. As autoridades das Maldivas OBRIGAM a apresentação de passaporte electrónico. Marrocos Sem prévia autorização, não é possível entrar no território marroquino com qualquer tipo de drone, ainda que meramente recreativo. Documentos: A apresentação de passaporte válido é obrigatória, incluindo para viagens de grupos organizados. Recomendações de Saúde para Saïdia: Para viajar uma grávida terá de completar um termo de responsabilidade que é facultado pelo Transportador ou Agente de Handling no momento do registo para embarque. Não é obrigatório um certificado médico para realizar a viagem até às 36 semanas de gravidez, no entanto, é aconselhável que a grávida se faça acompanhar por uma declaração médica atestando que está em condições para viajar. A partir das 36 semanas e até 7 dias antes da data prevista para o parto só poderá viajar se apresentar declaração médica emitida dentro dos 7 dias anteriores à data prevista da viagem (mencionando o número de semanas de gestação, a evolução da gravidez e a data prevista para o parto). Moçambique Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. Recomendamos que o visto seja tratado antecipadamente junto da representação de Moçambique em Portugal, embora já seja possível a qualquer cidadão estrangeiro, quer proveniente de país com representação ou sem representação diplomática ou consular moçambicana, obter visto no acto de entrada, nos Postos de Travessia. Para obtenção do visto à chegada deve: - Apresentar passaporte ou documento equiparado com validade não inferior a seis (6) meses. - Exibir garantias de subsistência. - Exibir garantias de meios financeiros de regresso à procedência. - Não ter sido expulso ou encontrar-se interdito de entrar na República de Moçambique. Alertamos que que este processo à chegada poderá ser bastante moroso(preenchimento de documentos e necessidade de tirar fotografia) Polinésia Francesa Documentos: Passaporte de leitura óptica ou biométrico (com validade mínima de 6 meses) e ESTA. Taxas locais: A pagar directamente nos Hotéis. Condições especiais de Transporte e estada nos Estados Unidos . Quénia Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. O visto também é obrigatório. O pedido de visto pode ser enviado ao Consulado Britânico, no caso de Portugal ou obtido à chegada ao aeroporto internacional de Nairobi, mediante um pagamento de de 25USD. Podem também ser requeridos online no endereço www.ecitizen.go.ke. A partir de 01 de Setembro, o embarque em voos com destino ao Quénia pode ser negado a todos os passageiros que não possuam o visto electrónico. Vacinas: A vacina contra a Febre-amarela é obrigatória. Poder-lhe-á ser solicitado um certificado de vacinação e ser impedido o embarque em Portugal. São Tomé e Príncipe Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. Estão isentos de pedido de visto os cidadãos nacionais de Estados-membros da U.E. (apenas espaço Schengen). Vacinas: Para passageiros provenientes de Portugal, a vacina da Febre-amarela não é obrigatória. Apenas será obrigatório para as viagens que compreendam o seu itinerário e estadia em países com risco de infecção desta doença (por exemplo Angola, Brasil). Taxas Locais: Taxa Turística de 3€ (valor indicativo) por dia e por turista. A referida taxa deverá ser paga pelo hóspede na ocasião do check-out/liquidação da conta no hotel, e será descriminada na factura/recibo. Senegal Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. Desde o dia 1 de Maio 2015 não estão a ser exigidos vistos para a entrada no Senegal, aconselha-se no entanto, na falta de informação oficial, a consulta à Embaixada do Senegal em Lisboa. Seicheles Documentos: O viajante deve ser portador de passaporte válido para o período da estada, mas aconselha-se uma validade superior para fazer face a eventuais imprevistos. Os cidadãos da União Europeia não necessitam de visto de turismo e apenas necessitam de apresentar, à chegada às Seychelles, os comprovativos da viagem de regresso e do alojamento no arquipélago durante toda a estadia. A duração da estadia permitida sem visto é de 30 dias. Vacinas: Obrigatória a vacina contra a Febre Amarela para passageiros oriundos ou em trânsito dos seguintes países: Uganda, Republica do Congo; Angola; Quénia e Etiópia. Á chegada ao aeroporto de Mahé terão de ter o seu boletim de vacinas e comprovar a toma da vacina da Febre Amarela. Sri Lanka Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. A entrada para estadias de curta duração está sujeita à obtenção prévia de visto on-line -Electronic Travel Authorization (ETA), mediante o pagamento de uma taxa. A ETA será válida para 30 dias a contar da data de chegada ao país e poderá ser prorrogada até um período máximo de 6 meses. A prorrogação deverá ser solicitada junto do Departamento de Imigração e Emigração com uma antecedência mínima de 8 dias face ao período de validade da ETA. Para mais informações, aconselhamos a consulta das páginas oficiais da ETA - http://www.eta.gov.lk/ - e do Departamento de Imigração e Emigração - http://www.immigration.gov.lk/. Taxas locais: Aproximadamente 7€ à saída. Tailândia Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. Visto (expedido pela Embaixada da Tailândia ou pelos Consulados de representação) é somente necessário se a permanência no país for superior a 30 dias. Tanzânia Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. O visto pode ser adquirido à chegada ao Aeroporto no destino por um custo de USD 50,00 (aproximadamente 36,60€). Taxas de Saída: Dependendo do tipo de bilhete de avião, poderá ter de pagar uma taxa aeroportuária à saída da Tanzânia ou entre Zanzibar e o continente (cerca de 30 USD e 5 USD, respectivamente, embora os preços possam sofrer alterações). Taxas Locais: A taxa hoteleria de Zanzibar, 1USD por pessoa (adulto e criança) e por noite, será cobrada à chegada aos hotéis, directamente aos clientes. Tunísia Documentos: É necessário apresentar um passaporte válido. Não é necessário visto para estadias até 90 dias. À chegada aos aeroportos e hotéis, deve-se preencher uma ficha com dados pessoais. Turquia Documentos: Os cidadãos portugueses necessitam apenas de apresentar os respetivos bilhetes de identidade/cartão de cidadão, não é obrigatório passaporte. O visto é obrigatório e pode ser adquirido através do sistema electrónico e-Visa (www.evisa.gov.tr), podendo o pagamento ser efectuado com cartões de crédito ou débito. Alternativamente podem ser adquiridos nos quiosques interactivos nos aeroportos da Turquia. No entanto, o custo dos vistos obtidos pelo site (www.evisa.gov.tr) será inferior ao custo dos vistos adquiridos no aeroporto. Quando for solicitada a data de emissão do cartão do cidadão deverá ser indicada a data de validade do mesmo contando 5 anos para trás. Uganda Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. o seu pedido de visto através da internet em https://visas.immigration.go.ug Depois de preencher o formulário de pedido de visto (em inglês) e enviá-lo por internet, o requerente receberá uma resposta dos serviços de imigração ugandeses. Essa resposta (caso seja positiva) deve ser impressa e entregue na direcção de fronteiras e imigração ugandesa. Vacinas: A vacina contra a Febre-amarela é obrigatória. Poder-lhe-á ser solicitado um certificado de vacinação e ser impedido o embarque em Portugal. Vietname Documentos: Apresentar passaporte com validade igual ou superior a 6 meses. Deve ser feito um pedido on-line da Carta de Aprovação do visto antes de chegar ao destino, para posterior pedido do visto no Aeroporto à chegada. A Carta de Aprovação é adquirida em 2 dias úteis por um custo aproximado de USD 75,00 (aproximadamente 55,00€). Taxas locais: Cerca de USD 15,00 (aproximadamente 11,00€) em Halong Bay.